quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Compulsão, compulsão e mais compulsão...




Ola meninas, é como o titulo ae diz, as coisas não andam boas pra mim, ando tendo compulsões, percebi que quando estou passando por algum problema acabo descontando td na comida, então tenho que trabalhar esse descontrole emocional, pois anda gerando muita compulsão e kg tmb, vejam só, eu estava com 73,00 kg e agora to com 80,00 kgs e mesmo miando engordei, e isso anda me deixando muito triste, sei que vai parece engraçado mas poderia existir um C.A. (compulsórios anônimos) pra ajudar quem sofre desse mal, estou até pensando em ir em uma psicóloga pra conversar sobre isso, pra ela me passar algum medicamento, ou sei lá o quê, o que vcs acham????

Não vou ficar akie contando pra vcs tooodaaas as compulsões, mas está sendo difícil, me sinto super fracassada, todos os dias que acordo falo pra mim mesma: HOJE EU VOU SER MELHOR QUE ONTEM, VOU COMER MENOS. Parece até lema de “C.A.” mas é vdd, todos os dias mentalizo, isso é uma luta diária que eu quero vencer....alias preciso vencer :)


Por hj é só, obrigada pelo apoio de sempre, e pra quem ta “chegando” agora:
SEJA BEM VINDO *-*

Bju meus amores ;**

PS: Na imagem que eu postei olha a diferença das duas, o que difere é a quantidade os corpos são as CONSEQUÊNCIAS da escolha de cada uma...assim como ela (a magra) tmb quero fazer a melhor escolha...

Não esqueçam de responder a enque ae do lado ~~~>

Tmb quero muitooo agradecer aos sms da viamagreza, vlw mesmo, vc não tem noção do quanto está me ajudando mesmo nas compulsões... <3 <3 <3'

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Desistir jamais :)

Olá meus amores!!!! Td bem????

Então vou ser sincera fui uma bosta, não segui droga de dieta nenhuma, aff raiva total de mim, mas pelo menos mantive as toneladas (melhor do que engordar)...Esses dias não ando me esforçando admito, é que quando tenho problemas e fico pra baixo não consigo mesmo (tenho que trabalhar isso).

Quero agradecer a todos os comentários, gnt vcs me ajudam pra caramba, e espero poder ajudar vcs tmb...
E em meio a todos os coment's e tals eu recebi um e-mail que até me emocionou, e quero dividi-lo com vcs:


Oi Naty, aqui a Bia do blog pensando como magra. Como vc ta? 
Eu ñ vou comentar sobre esse post, mas sim sobre tudo que li até então no seu blog. Senti a necessidade de falar coisas que te deem força, porque sei que emagrecer ñ é facil, mas eu superei e to muito mais feliz. Quando eu pesava quase 75 kg, me sentia assim como vc diz se sentir, me sentia incapaz, feia, me olhava no espelho e só o que sentia era vontade de me esconder. Sabia que até pensava que os meninos ficavam comigo por pena? Sempre fui muito antissocial por conta do meu peso e simplesmente sentia inveja de muitas meninas por serem magras e pior que isso : comerem até mais que vc e mesmo assim serem super magras.
Mas aí um dia eu me toquei, decidi mudar, decidi tomar uma atitude e desde então posto lá no meu cantinho ( ñ sei se vc leu tudo), mas desde novembro de 2011 to nessa luta e em 1 ano perdi 10 kg, mas isso porque queria emagrecer saudavelmente e permanentemente. Comecei também a parar de ser tão egoísta e comecei a olhar ao meu redor. Percebi que ser gorda é um problema sim, ainda mais considerando os padrões impostos pela mídia e sociedade que nos fazem sentir piores ainda, então notei que tinha pessoas muito piores que eu , pessoas que viviam e ainda vivem em um nivel extremo de pobreza, pessoas que perderam seus pais, pais que perderam seus filhos, pessoas que ñ perderam as pernas, braços, pessoas que perderam tantas coisas tanto fisicamente quanto emocionalmente e poxa, eu percebi que apesar de estar bem acima do peso, eu estava viva, estava respirando, tinha meus pais ali do meu lado, nunca passei fome e vivia consideravelmete bem. Mas, tinha algo que precisava mudar e sabia que isso só dependia de mim e da minha força de vontade, comecei então a correr atrás e nessa jornada, cai diversas vezes mas nunca desiste, também pensei em desistir, mas o meu amor por mim nunca deixava.
Então lhe digo: vc pode pensar que se o odeia, mas só o fato de ainda levantar e continuar , ja mostra que vc se ama o bastante pra ñ desistir. Então, nunca desista de você e nunca pense que vc é incapaz. Nós podemos ser gordinhas mas ainda somos lindas e melhores q muitas magrelas por aí. Mas isso ñ qr dizer que deixaremos de correr atrás do nossos sonhos de ser magras também. 
Força ! Eu ñ te conheço , mas sei que vc é capaz, assim como eu fui e ainda to sendo, assim como muitas outras foram e venceram. Se ame! E se valorize acima de tudo, vc só vai começar a emagrecer quando perceber q tem uma grande mulher aí dentro e que sendo gorda ou magra, ela continuará sendo maravilhosa.
Beijão e fique com Deus.


Sério isso me deu uma força que vcs não tem idéia, apesar de eu ter ido mau essa semana ele me ajudou, pq eu não vou desistir, vou sempre lutar pra alcançar meus objetivos, meus sonhos (não digo só em relação do peso, vai além disso), espero que vcs tmb não desistam...

E pra dar uma animada, olha essa menina é foda, é muito thinspo, ficou linda!!!!



Por hj é só minhas magrelas....

Espero que tenham gostado!!!!

Grande bjo a todas ;***

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Vou ser magra!!!

Só pra animar um pouquinho o dia, achei essa imagem e gostei, pq é assim que me sinto (estou), e tmb quero mudar, ficar linda e magra, então resolvi compartilhar com vcs...


POR MAIS DIFÍCIL QUE PAREÇA, NÃO DESISTAM!!!!!!!




Bju meus amores, muito obrigada pelo apoio de vdd, vcs são d+!!!!

<3'

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Desbafo




Ain gnt, desde o fim de semana to na compulsão, engordei td que tinha emagrecido, aff que triste, não aguento mais essa vida, eu queria ser normal, assim como minha irmã que come de td e é beeem magrinha, ah já falei dela pra vcs akie...ah é foda ser comparada a ela, esses dias mesmo o ônibus da menina fantástica veio pra cá, ae imagina o telefone de casa tocando toda hora, era o pessoal (amigos e família) ligando pra ela ir lá se inscreve, me sinto horrível, feia, ah sei lá....

Apesar de toda maldita compulsão, hj eu acordei consciente de que não vou fazer diferente, ah tenho que me controlar, marquei minha meta na mão (coisa que não fiz no fds) e vou seguir em frente, não quero mais ser gorda, me sinto péssima, quero mudar e sei que só depende de mim!!!!

ATUALIZAÇÃO:
Meu relacionamento anda uma merda, não sei mais o que fazer, e o pior: sou casada!!!!
Estou tão machucada, magoada, não vejo saída para a minha situação, me arrependo tanto de ter casado, tem horas que eu tenho um ÓDIO tão grande dele. 
Vou falar pra vcs o que aconteceu: descobri que ele tinha uma e-mail só com putaria, agora não consigo confiar nele, fico me perguntando até onde ele iria com o e-mail, se ia acabar conhecendo alguém (trasando) sei lá, ou se falava besteira pra alguma menina, se mostrou o pau na cam pra alguém, fiquei tão nervosa que quando fui fuçar o histórico do msn pra ver se ele conversava com alguém puxei um fio do pc e a porra desligou, e quando voltou tava tudo desconfigurado, e pra variar todos os históricos sumiram, fiquei tão magoada, não consigo mais perdoa-lo, tenho muita raiva dele, me sinto traída, acho que não o satisfaço, não me sinto boa o bastante pra ele, me sinto um lixo, tem horas que penso que ele foi atrás disso pq sou gorda, feia, sei lá, passa tantas coisas na minha cabeça ...
Toda vez que eu vejo o desgraçado na internet fico imaginando o que ele tá fazendo, cheguei até a fuçar histórico pra ver o que ele anda fazendo (sei que não adianta muito), o problema é que não consigo mais confiar, to parecendo uma alucinada, quero saber todos os passos dele e isso não é legal, na minha opinião a base de um relacionamento é a confiança...
Não sei se isso que eu sinto, esse rancor, essa magoa, algum dia isso vai passar. O pior é que nem chorar posso pq to no serviço, se eu chorar vão me perguntar o que tá acontecendo e aqui não dá pra falar mesmo...ah como é duro ter que segurar o choro, minha garganta tá queimando, to até com vontade de vomitar...
Sempre que estou triste gosto de ouvir musicas que me façam refletir, e essa aqui é uma delas, espero que gostem, mas já vou avisar que é totalmente down, mas a cantora Lana é mara *-*...





Bom meninas (o) vou ficando por akie! 
Que bom que gostaram da minha ideia... 
E obrigada por comentarem, vcs não tem ideia de como me ajudam e como a opinião de vcs é importante pra mim, to falando de vdd, vlw mesmo, ah desculpem se o post ficou muito grande, é que realmente eu precisava desabafar...


Bju meus amores

<3 <3 <3'

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Inspirações

Olá meninas, primeiro quero agradecer pelo apoio, vcs são d+, de vdd.
Ando passando por uma fase difícil, é que sou gorda e tem horas que me sinto muito mal por isso, principalmente no fds, pois é nos fds que como feito porca, então tive uma ideia, se vcs quiserem aderir fiquem a vontade, é que eu achei legal, é o seguinte, vou marcar em um lugar VISÍVEL do meu corpo o peso que quero atingir, ae toda vez que eu for comer vou ver o peso que tanto quero, isso vai impedir com que eu exagere!!!! O que acharam da ideia ahssshausha'????

Agora pra animar um pouco vou colocar umas fotinhas das minhas maiores inspirações:








E ae, o que acharam???
Geralmente eu gosto de meninas anônimas, pq pra quem tem dinheiro é mais fácil né, tipo a Miley, ela gasta mais de 8 mil dólares por mês pra ficar assim, pra mim ela tá linda adoro ela, mas com ctz foi mais fácil pra ela chegar a sua meta ela paga nutricionista, vai pra academia, tem uma super alimentação balanceada, tem um chefe de cozinha especializado que prepara sua comida, pra ela com ctz é mais fácil  por isso minha inspiração maior são as anonimas que tem que conseguir na garra, assim como nós, sei que as vezes é difícil  as vezes vem o desanimo, mas ae olho pra essas fotos e me sinto renovada, espero que sintam o mesmo!!!!

Bju meus amores, foco e muita força, o impossível é só questão de opinião!!!!

Bom fds a todas (o)

<3 <3 <3'

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Vomitando a alma

Tem horas é isso que tenho vontade de fazer: VOMITAR A MINHA ALMA, vomitar toda a raiva que eu sinto dele (que tanto me machucou), delas (as lindas meninas perfeitas) é sinto raiva sim, inveja por não ser como elas, me sinto um lixo, fracassada sei lá, queria vomitar essa tristeza, tento ser forte, mas tem horas que desabo e o pior: NINGUÉM PERCEBE, não veem  meu olhar triste (será que disfarço tão bem?) esses sentimentos acabam comigo, não sei explicar, eles me magoam e ninguém vê, e isso faz eu me menor que um grão de areia, tão diminuída quase a ponto de ser inexistente...



Vejo esse mundo me sinto presa, presa aqui sem poder ver suas maravilhas, olho e vejo eu aqui: trabalhando, estudando e "cuidando da casa", de um marido que tem horas que eu amo e odeio, não é o que quero pra mim, essa vidinha medíocre e sem futuro, nessa droga de cidade que não tem nada!



O espelho, ah eu simplesmente ODEIO me olhar nele, vejo toda minha banha nojenta, tenho vontade de enfiar a mão dentro de mim e arrancar toda gordura, arrancar até as tripas, to lutando pra ter um pouco mais de amor próprio, mas quando me olho aff sinto raiva, quero emagrecer, to lutando por isso, mas fico ansiosa, pq quero do dia pra noite e isso me corroí....


Precisava desabafar, desculpa mas eu precisava e só tenho vcs...

Vou ficando por aqui, obrigado pelos comentários, obrigado pra quem tá me seguindo, vcs são super importantes pra mim, é vcs que fazem eu me sentir menos sozinha :)

Bju

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

10 atitudes para ajudar no emagrecimento

Olá pessoas, td bem? Como anda as dietas??? o.O

Como prometido estou passando algumas dicas pra vcs, que podem ajudar, espero que gostem, elas tem me ajudado :)





1 - Pense a longo prazo
Não importa a quantidade de peso que deseja emagrecer, você deve pensar em uma eliminação de peso gradual. Trabalhe com a perda de meio a um quilo por semana. 

2 - Tenha atitudes positivas
Pensamento positivo atrai atitudes corretas e estimulantes. Por isso, nada de desânimo ou de pensar que você não consegue ou que o mundo conspira contra o seu objetivo. Tudo na vida exige uma postura firme e determinação.  
3- Foco na meta de peso
A sua atenção deve estar focada no objetivo de peso e não nos alimentos que você pode comer ou deve evitar. A boa escolha alimentar será consequência. 
4- Fuja do estresse e da ansiedade
Corte o mal pela raiz. Nenhum alimento por mais doce que ele seja será capaz de dar o fim no estresse e na ansiedade. Quando perceber que irá descontar nos alimentos todo o peso da rotina do dia, desvie a sua atenção daquele alimento que faz a luz vermelha da dieta piscar. Assistir a um bom filme, caminhar pelo bairro, ler um livro, ouvir música colocam o pensamento bem longe da alimentação. 
5- Assuma a responsabilidade
Se você opta por dietas da moda ou altamente restritas, as chances de conseguir o que deseja e, principalmente, manter o peso, são mínimas. Assuma que a mudança na alimentação deve ser para a vida e não para a próxima festa ou encontro social. Não terceirize a vitória e o seu sucesso. Você somente irá conseguir se responsabilizando pelas suas atitudes. 

6- Não se dê desculpas
Como resistir ao bombom ou ao doce que está na gaveta do escritório ou na despensa da cozinha? É quase impossível! Por isso, antes de plantar a sua própria armadilha, pense muito bem o porquê de deixar tão facilmente disponíveis esses alimentos tentadores. Você realmente quer emagrecer? Se sim, comece a oferecer esses alimentos para os seus amigos, livre-se deles. Evidentemente, você poderá comer um bombom, mas esporadicamente e não todos os dias. 
7- Se cair, levante
Pessoas magras também exageram na alimentação. Elas não ganham peso porque logo em seguida retomam uma alimentação equilibrada em calorias. Se você exagerar, não faça disso o estopim para jogar o seu objetivo para o alto! No momento seguinte, retome a dieta e não faça uma restrição exagerada por conta disso como, por exemplo, dietas desintoxicantes, à base de sucos ou de sopas.  
8- Prepare-se para experimentar
Em vez de pensar no que você não poderá comer, pense no que você poderá! Novos sabores, texturas e muitos novos alimentos que não fazem parte da sua rotina alimentar poderão ser provados. O seu paladar será estimulado, testado e você terá novos alimentos para variar as suas refeições. 
9- Se informe
Quanto mais informações você tiver sobre alimentação saudável mais saberá diferenciar o que é correto ou não para o seu emagrecimento e para a sua saúde. Evite promessas de um rápido emagrecimento. Se a promessa é de eliminar mais do que 1 quilo por semana, cuidado! A sua saúde e autoestima estão em jogo.
10- Siga em frente
Mantenha sempre em mente as boas atitudes que não farão você desistir do seu objetivo final. Quanto mais certeza tiver de que está colhendo os resultados esperados, mais estimulado ficará para manter uma boa qualidade de vida e de peso por um longo período.  

É isso ai, espero que as dicas sirva pra ajudar, ou melhorar algo que vcs estejam fazendo de errado...
No meu caso ando com problemas no fds, é chegar o fds que eu "cago" na dieta, mas vou melhorar, já estou trabalhando essa "deficiência" minha, mas se alguém tiver alguma dica ou conselho vai ser bem vindo rsrsrs...

Espero que tenham gostado!!!
E para as novas seguidoras: SEJAM BEM VINDAS!!!!

Bju meus amores, agora vou passar nos blog's <3'

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Meu cantinho



Sei que falo bastante de dietas akie e tals, mas quero falar de td, não só de dietas, afinal, aqui é meu cantinho, e agora me deu uma imensa vontade de falar da minha mãe que eu tanto amo, sabe aquela mulher guerreira que tira dela pra dar pros filhos? Aquela que faz de td pra não te ver chorar? Aquela que vc pode contar sempre? Aquela que só quer seu bem? Então essa é minha mãe a melhor mãe do mundo.
As vezes lembro de quando era adolescente e não entendia seus conselhos, seu jeito experiente de ver a vida, nossa como eu brigava com ela, ela era minha "inimiga" não me "entendia", só me criticava, ah como eu era boba, aliás como os adolescentes no geral são bobos, não conseguimos ver que certas coisas é pro nosso bem, claro ela não acetava em td, mas na maioria das vezes ela estava certa, as vezes ela falava: leva o guarda-chuva que vai chover, eu teimosa que só, ah não vou levar, dito e feito, chovia, como ela sabia? Será que mães tem super poderes, não sei, mas a minha era e é maravilhosa, fez e faz td por mim.
Quando sentimos o que é quase perder alguém que a gnt ama tanto e tanto e tanto, começa a entender melhor o que a pessoa significa, o que ela fazia, começamos a valorizar mais, podemos entender melhor até o que ela sentia, e principalmente amadurecemos e vemos que muitas coisas como: criticas, chingo, conselhos, brigas é por amor.
Não espere perder pra dar valor, aproveite agora, dê valor a que REALMENTE mereça!!!

Queria falar um pouco da minha mãezinha até chorei escrevendo o post, sério achei que minha mãe ia morrer, mas a Deus isso não aconteceu, mas serviu pra eu abrir os olhos, e queria compartilhar isso com vcs...

P.s.: Minha mãe não está velhinha assim, mas achei a imagem bonita :)
Ah juro que no próximo post coloco umas dicas bem legais, já que eu furei neste...

Bju meus amores, e não esqueçam VALORIZEM QUE REALMENTE MERECE <3 <3 <3'

Abandonando as porcarias...


Olá meninas, primeiro quero agradecer a tds coment’s, obrigada por me apoiarem, de vdd vlw mesmo!!!

Então resolvi abandonar as porcarias, sibutramina, lax, e outros remedinhos mais, como resolvi ter uma vida saudável vou fazer por completo, sei que não vai ser fácil, mas já emagreci 3,20 kg, td bem que estou me recuperando do que engordei, mas ta bom, to feliz por estar conseguindo, e por não ter tanta compulsão como antes, não está sendo fácil, mas não vou desistir, tenho que cumprir minha meta!!!

Lembra das dicas? Então não vai ser hj, é que achei um teste sobre compulsão e queria dividir com vcs, espero que gostem...mas prometo que no próximo post eu coloco umas dicas legais ok???



Teste para aferir o grau de compulsão alimentar.

Instruções:
Você encontrará abaixo grupos de afirmações numeradas. Leia todas as afirmações em cada grupo e marque nesta folha aquela que melhor descreve o modo como você se sente em relação aos problemas que tem para controlar seu comportamento alimentar.

# 1
( ) 1. Eu não me sinto constrangido(a) com o meu peso ou o tamanho do meu corpo quando estou com outras pessoas.
( ) 2. Eu me sinto preocupado(a) sobre como pareço para os outros, mas isto, normalmente, não me faz sentir desapontado(a) comigo mesmo(a).
( ) 3. Eu fico mesmo constrangido(a) com a minha aparência e o meu peso, o que me faz
sentir desapontado(a) comigo mesmo(a).
( ) 4. Eu me sinto muito constrangido(a) com o meu peso e freqüentemente sinto muita
vergonha e desprezo por mim mesmo(a). Tento evitar contatos sociais por causa
desse constrangimento.

# 2
( ) 1. Eu não tenho nenhuma dificuldade para comer devagar, de maneira apropriada.
( ) 2. Embora pareça que eu devore os alimentos, não acabo me sentindo empanturrado(a) por comer demais.
( ) 3. Às vezes, tendo a comer rapidamente, sentindo-me então desconfortavelmente cheio(a) depois.
( ) 4. Eu tenho o hábito de engolir minha comida sem realmente mastigá-la. Quando isto
acontece, em geral me sinto desconfortavelmente empanturrado(a)por ter comido demais.

#3
( ) 1. Eu me sinto capaz de controlar meus impulsos para comer, quando eu quero.
( ) 2. Eu sinto que tenho falhado em controlar meu comportamento alimentar, mais do que a média das pessoas.
( ) 3. Eu me sinto totalmente incapaz de controlar meus impulsos para comer.
( ) 4. Por me sentir tão incapaz de controlar meu comportamento alimentar, entro em
desespero tentando manter o controle.

# 4
( ) 1. Eu não tenho o hábito de comer quando estou chateado(a).
( ) 2. Às vezes eu como quando estou chateado(a), mas, freqüentemente, sou capaz de me ocupar e afastar minha mente da comida.
( ) 3. Eu tenho o hábito regular de comer quando estou chateado(a), mas, de vez em quando posso usar alguma outra atividade para afastar minha mente da comida.
( ) 4. Eu tenho o forte hábito de comer quando estou chateado(a). Nada parece me ajudar a parar com este hábito.

# 5
( ) 1. Normalmente quando como alguma coisa é porque estou fisicamente com fome.
( ) 2. De vez em quando como alguma coisa por impulso, mesmo quando não estou realmente com fome.
( ) 3. Eu tenho o hábito regular de comer alimentos que realmente não aprecio para satisfazer uma sensação de fome, mesmo que fisicamente eu não necessite de comida.
( ) 4. Mesmo que não esteja fisicamente com fome, eu tenho uma sensação de fome em minha boca que somente parece ser satisfeita quando eu como um alimento, tipo um sanduíche, que enche a minha boca. Às vezes quando eu como o alimento para satisfazer minha "fome na boca", em seguida eu o cuspo, assim não ganharei peso.

# 6
( ) 1. Eu não sinto qualquer culpa ou ódio de mim mesmo(a) depois de comer demais.
( ) 2. De vez em quando sinto culpa ou ódio de mim mesmo(a) depois de comer demais.
( ) 3. Quase o tempo todo sinto muita culpa ou ódio de mim mesmo(a) depois de comer demais.

# 7
( ) 1. Eu não perco o controle total da minha alimentação quando estou em dieta, mesmo após períodos em que como demais.
( ) 2. Às vezes quando estou em dieta e como um alimento proibido, sinto como se tivesse estragado tudo e como ainda mais.
( ) 3. Freqüentemente, quando como demais durante uma dieta , tenho o hábito de dizer para mim mesmo(a): "agora que estraguei tudo, porque não ir até o fim". Quando isto acontece, eu como ainda mais.
( ) 4. Eu tenho o hábito regular de começar dietas rigorosas por mim mesmo, mas quebro as dietas entrando numa compulsão alimentar. Minha vida parece ser ou "uma festa " ou "um morrer de fome".


# 8
( ) 1. Eu raramente como tanta comida a ponto de me sentir desconfortavelmente empanturrado(a) depois.
( ) 2. Normalmente, cerca de uma vez por mês, eu como uma tal quantidade de comida que acabo me sentindo muito empanturrado(a).
( ) 3. Eu tenho períodos regulares durante o mês, quando como grandes quantidades de
comida, seja na hora das refeições, seja nos lanches.
( ) 4. Eu como tanta comida que, regularmente, me sinto bastante desconfortável depois de comer e, algumas vezes, um pouco enjoado(a).

# 9
( ) 1. Em geral, minha ingestão calórica não sobe a níveis muito altos, nem desce a níveis
muito baixos.
( ) 2. Às vezes, depois de comer demais, tento reduzir minha ingestão calórica para quase nada, para compensar o excesso de calorias que ingeri.
( ) 3. Eu tenho o hábito regular de comer demais durante a noite. Parece que a minha rotina não é estar com fome de manhã, mas comer demais à noite.
( ) 4. Na minha vida adulta tenho tido períodos, que duram semanas, nos quais praticamente me mato de fome. Isto se segue a períodos em que como demais. Parece que eu vivo uma vida ou de "festa" ou de "morrer de fome".

#10
( ) 1. Normalmente eu sou capaz de parar de comer quando eu quero. Eu sei quando "já chega".
( ) 2. De vez em quando, eu tenho uma compulsão para comer que parece que eu não posso controlar.
( ) 3. Freqüentemente tenho fortes impulsos para comer que parece que não sou capaz de controlar, mas, em outras ocasiões eu posso controlar meus impulsos para comer.
( ) 4. Eu me sinto incapaz de controlar impulsos para comer. Eu tenho medo de não ser capaz de parar de comer por vontade própria.

#11
( ) 1. Eu não tenho problema algum para parar de comer quando me sinto cheio(a).
( ) 2. Eu normalmente posso parar de comer quando me sinto cheio(a) mas, de vez em quando, comer demais me deixa desconfortavelmente empanturrado(a).
( ) 3. Eu tenho um problema para parar de comer uma vez que eu tenha começado e, normalmente, sinto-me desconfortavelmente empanturrado(a) depois que faço uma refeição.
( ) 4. Por eu ter o problema de não ser capaz de parar de comer quando quero, às vezes tenho que provocar o vômito, usar laxativos e/ou diuréticos para aliviar minha sensação de empanturramento.

#12
( ) 1. Parece que eu como tanto quando eu estou com os outros (reuniões familiares, sociais) como quando estou sozinho(a).
( ) 2. Às vezes, quando eu estou com outras pessoas, não como tanto quanto eu quero comer porque eu me sinto constrangido(a) com o meu comportamento alimentar.
( ) 3. Freqüentemente eu como só uma pequena quantidade de comida quando outros estão presentes, pois eu me sinto muito embaraçado(a) com o meu comportamento alimentar.
( ) 4. Eu me sinto tão envergonhado(a) por comer demais que escolho horas para comer demais quando sei que ninguém me verá. Eu me sinto como uma pessoa que se esconde para comer.

#13
( ) 1. Eu faço três refeições ao dia com apenas um lanche ocasional entre as refeições.
( ) 2. Eu faço três refeições ao dia, mas, normalmente, também lancho entre as refeições.
( ) 3. Quando eu faço lanches pesados, tenho o hábito de pular as refeições regulares.
( ) 4. Há períodos regulares em que parece que eu estou continuamente comendo, sem refeições planejadas.

#14
( ) 1. Eu não penso muito em tentar controlar impulsos indesejáveis para comer.
( ) 2. Pelo menos, em algum momento, sinto que meus pensamentos estão "pré-ocupados" com tentar controlar meus impulsos para comer.
( ) 3. Freqüentemente, sinto que gasto muito tempo pensando no quanto comi ou tentando não comer mais.
( ) 4. Parece, para mim, que a maior parte das horas em que passo acordado(a) estão "pré-ocupadas" por pensamentos sobre comer ou não comer. Sinto como se eu estivesse constantemente lutando para não comer.

#15
( ) 1. Eu não penso muito sobre comida.
( ) 2. Eu tenho fortes desejos por comida mas eles só duram curtos períodos de tempo.
( ) 3. Há dias em que parece que eu não posso pensar em mais nada a não ser comida.
( ) 4. Na maioria dos dias meus pensamentos parecem estar "pré-ocupados" com comida. Sinto como se eu vivesse para comer.

#16
( ) 1. Eu normalmente sei se estou ou não fisicamente com fome. Eu como a porção certa de comida para me satisfazer.
( ) 2. De vez em quando eu me sinto em dúvida para saber se estou ou não fisicamente com fome. Nestas ocasiões é difícil saber quanto eu deveria comer para me satisfazer.
( ) 3. Mesmo que eu pudesse saber quantas calorias eu deveria ingerir, não tenho idéia alguma de qual seria a quantidade "normal" de comida para mim.


Grelha de Pontuação

1 – 1=0; 2=0; 3=1; 4=3

2 – 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

3 – 1=0; 2=1; 3=2; 4=3
.
4 – 1=0; 2=0; 3=0; 4=2

5 – 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

6 – 1=0; 2=2; 3=3

7 – 1=0; 2=2; 3=3; 4=3

8 – 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

9 – 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

10 - 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

11 - 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

12 - 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

13 - 1=0; 2=0; 3=2; 4=3

14 - 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

15 - 1=0; 2=1; 3=2; 4=3

16 - 1=0; 2=1; 3=2

Cada resposta marcada corresponde a uma determinada pontuação, conforme a lista acima.

Por exemplo: Se você escolheu a opção 3 na pergunta 8, deverá somar 2 pontos.

No final, deve-se somar a pontuação obtida com as respostas e avaliar o resultado de acordo com o total obtido.

Resultados

Menor ou igual a 17 – Provavelmente você não tem compulsão alimentar ou a tem com intensidade leve. As pessoas sem compulsão geralmente sentem-se capazes de controlar os impulsos alimentares e comem mais pelo prazer do que pela falta de controle. Reavalie seus hábitos alimentares e procure planejar melhor o horário, qualidade e quantidade das refeições.

Entre 18 e 26 – Você provavelmente é um comedor compulsivo de moderada intensidade. Comedores Compulsivos moderados relatam mais episódios esporádicos de perda de controle, mas são freqüentemente capazes de controlar os ataques de comer. São geralmente mais tolerantes com os exageros que cometem e não se sentem tão culpados. De qualquer maneira, são necessários a avaliação e o acompanhamento por parte de um nutricionista, um endocrinologista e até mesmo um psiquiatra.

Maior ou igual a 27 pontos – Você provavelmente sofre de Compulsão Alimentar Grave. Os comedores compulsivos graves costumam ter alterações importantes do comportamento alimentar e seu humor é mais instável que o dos obesos sem compulsão (sofrem de depressão, ansiedade, etc). Sentem extrema culpa e raiva após o episódio devido ao terrível sentimento de perda de controle durante o "ataque de comer". São os que tentam as dietas mais restritivas e os que mais se preocupam em controlar a alimentação, o que freqüentemente desencadeia um episódio de compulsão. Geralmente têm grandes dificuldades na adesão ao tratamento, abandonando-o freqüentemente. O tratamento, apesar de difícil, deve ser realizado por um especialista ou equipe com vários profissionais. Diversos medicamentos já foram aprovados para o tratamento de pacientes com Compulsão Alimentar, porém todos necessitam de acompanhamento médico permanente.

Como controlar a compulsão alimentar?
O melhor é sempre prevenir. Já discutimos alguns fatores que podem levar à compulsão alimentar. As dietas para emagrecer parecem ser um dos principais desencadeantes. Recomendamos sempre um plano de reeducação alimentar em vez das dietas muito restritivas. Fazer várias refeições por dia e sempre comer carboidratos pode evitar uma queda de serotonina, conforme explicamos antes.
Algumas pesquisas científicas já demonstraram que a prática de atividades físicas regulares também pode ajudar muito no controle da compulsão alimentar, além de todos os benefícios que trazem para a saúde.
Para aquelas pessoas que não conseguem controlar sua compulsão através de um planejamento alimentar associado à prática de atividades físicas, pode ser necessário o uso de remédios. Os mais úteis nestas situações são os que agem através da serotonina, principalmente a fluoxetina, a sibutramina e a sertralina. Nunca devem ser usados, entretanto, sem a prescrição e o acompanhamento de um médico.
Finalmente, para os casos mais graves de obesidade mórbida associada a uma compulsão alimentar incontrolável, que não melhora nem com remédios, existe o recurso da cirurgia bariátrica. 

O post ficou enorme, mas espero que tenham gostado...O meu deu 30 (o negócio tava feio pra mim, mas agora vai mudar), e ae qual foi o resultado de vcs????

Bjus meus amores <3 <3 <3'

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Reeducação Alimentar

Olá meninas, td bem????



Bom como o titulo já disse reeducação alimentar, é isso que vou fazer, quero cuidar da minha saúde, quero mudar pra melhor, ando ficando doente fácil, ando fraca e não quero isso pra mim, tem outras formas de emagrecer! Por isso resolvi mudar e pra melhor :)

Claro que tenho minhas metas, ainda quero emagrecer, porém de maneira saudável!

METAS:

Emagrecer: 20 kg
Fazer exercícios, pelo menos 3 x na semana
Não ficar toda hora pensando e contando calorias
Tentar ser feliz!!!!

E ai meninas o que acham????
Ah pesquisando sobre R.A. achei vários site legais, achei dicas tmb, que vai ficar pra próxima postagem!!!!
Agora vou dar uma passadinha nos blog's de vcs!!!

Ah e aos novos seguidores sejam BEM VINDOS, fico feliz em ter vcs aqui :)

Bju meus amores :*